Você Sabe o Que é Misofonia e Sua Causa?

Imagine gotejo de uma torneira quebrada ecoando durante a noite inteira. Um barulho baixo e repetitivo. Esse som pode ser irritante para muitos, mas para as pessoas que sofrem de misofonia pode ser uma tortura. As pessoas com essa condição tendem a ter uma reação intensa a sons pequenos do cotidiano, provocando um nível de desconforto que as impedem de produzir suas atividades diárias.

O que é misofonia?

Misofonia é uma condição rara em que alguns sons específicos causam reações emocionais e psicológicas intensas. As pessoas nessa situação podem sentir desde desconforto até pânico e tentativa de fuga. Geralmente se inicia na adolescência, sendo mais comum em mulheres do que homens.

Barulhos produzidos pela boca, seja de comer, mastigar ou respirar, são os gatilhos mais comuns para as pessoas com essa condição. Especialistas suspeitam que pessoas com misofonia podem ter problemas com o modo em que o cérebro filtra o som e a repetição desses sons acaba por aumentar os problemas do processo auditivo.

Outros sons que costumam provocar desconforto são:

  • Barulhos da respiração, seja espirros, roncos ou mesmo respiração barulhenta;
  • Sons feitos pela boca, como sussurros, arrotos, voz anasalada e inclusive repetição de palavra;
  • Sons do ambiente, de teclado, televisão e relógio;
  • Sons de animais, latidos, passarinhos voando, etc.

Quais os sintomas de quem sofre com misofonia?

A misofonia pode ser classificada de acordo com os sintomas apresentados pela pessoa durante uma crise. Pode ser diagnosticada como um caso leve a grave. Nos casos leves é possível observar sintomas como:

  • Ansiedade;
  • Nojo;
  • Desconforto;
  • Necessidade de fugir.

Já em casos graves, a pessoa com misofonia pode apresentar:

  • Raiva;
  • Pânico;
  • Ódio;
  • Medo.

Como consequência, a misofonia pode afetar também a vida social. A pessoa que sofre com a condição pode tentar se isolar de modo a evitar encontrar os tipos de sons que provocam uma crise. Além disso, pode começar a ser afetada por gatilhos visuais, sentindo desconforto apenas por ver o objeto que produz o som incômodo.

Quais as  causas

Mas, afinal, o que causa a misofonia? Sabemos que não é um problema auditivo, o que pode inclusive dificultar o diagnóstico, sendo comum pessoas com a condição serem diagnosticadas com ansiedade ou transtorno bipolar. A verdade é que se trata de um problema neurológico em que o estímulo auditivo é confundido no sistema nervoso.

O ideal é que o diagnóstico seja feito por um médico otorrinolaringologista, que poderá indicar uma visita ao fonoaudiólogo para conferir se há alguma alteração na percepção sonora ou no sistema auditivo como um todo.

Tratamento para misofonia

A misofonia não possui cura, mas sim um tratamento desenvolvido para o caso específico do paciente, feito pelo médico otorrinolaringologista. Sessões de terapia podem ser indicadas para aumentar a tolerância aos sons, enquanto mudanças no estilo de vida podem ser sugeridas de forma a evitar crises. Em último caso, pode ser recomendado o uso de dispositivos de proteção auditiva, mas não é o recomendado, uma vez que prejudica a vida social do paciente.

Leave a Comment

Your email address will not be published.

TUDO SOBRE AUDIÇÃO

+10.000 assinantes curtem nosso conteúdo.