Mal cheiro no ouvido

O mau cheiro no ouvido pode parecer um problema simples, porém, existem diversas possíveis causas. Mesmo não sendo acompanhado de outros sintomas, como febre e dor, não deve ser ignorado.

Os médicos não o consideram o mau cheiro como algo grave, porém podem indicar um problema maior que, se não for tratado de forma correta, pode levar a perda auditiva. Então, o que pode causar o odor?

Secreção no ouvido

Uma das principais causas do mau cheiro é a secreção no ouvido e esta pode ter diversas razões. A mais possível é a existência de um vírus ou bactéria atuando, seja no ouvido interno ou externo. Por isso é importante observar se esta apresenta sangue, pus ou é aquosa para conseguir um diagnóstico preciso. Sintomas como dor de ouvido, zumbido ou coceira também devem ser considerados.

Gripes maltratadas, acúmulo de água e até meningite podem causar secreção. Caso seja acompanhada de sangramento no canal auditivo, é possível que seja resultado de uma lesão na cabeça ou perfuração do tímpano, e assim sendo necessário o atendimento médico urgente.

Objetos estranhos

Objetos estranhos inseridos no canal auditivo podem ser a causa do problema. No caso das crianças, podem ser brinquedos pequenos e até comida. Entretanto, a causa pode ser insetos que entraram no canal auditivo, sendo este problema possível de ocorrer até mesmo em adultos. Caso o corpo estranho fique por um longo período no ouvido, pode levar a coceira, dor e secreção.

Cerume impactado

Caso o odor venha acompanhado de dificuldade de ouvir, é possível que seja cerume impactado. O excesso de cera no canal auditivo pode alcançar a membrana do tímpano, levando a diminuição da capacidade de audição, dor, tontura e infecções. O uso de hastes flexíveis pode empurrar a cera ao invés de limpar, agravando o problema. A remoção deve ser feita por um otorrinolaringologista, que irá solucionar o problema com os instrumentos corretos e assim, evitando causar ferimentos.

Como evitar o mal cheiro no ouvido?

O mau cheiro no ouvido pode ter diversas causas, porém é possível concluir que a maioria é resultado de uma secreção. Em decorrência disso, podemos apontar que as infecções no canal auditivo são as mais comuns causas do problema. Nesse caso, é importante ressaltar alguns pontos para evitar seu desenvolvimento, como: manter a orelha seca, proteger os ouvidos contra a água, evitar o uso de hastes flexíveis e automedicação. Caso perceba alguma dor de ouvido, procure o médico.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

TUDO SOBRE AUDIÇÃO

+10.000 assinantes curtem nosso conteúdo.