DTM e os Problemas Auditivos

Os problemas auditivos podem ter diversas possíveis causas. Apesar de muito relacionado ao processo natural de envelhecimento, pode ser resultado de uma infecção adutiva, exposição excessiva a ruídos e até acúmulo de cera de ouvido. Mas o que poucos sabem é que esta pode ser consequência de um problema na mandíbula ou áreas relacionadas ao processo de mastigação. Afinal, qual é a relação entre essas duas áreas?

DTM: Disfunção Temporomandibular

DTM é a sigla dada para Disfunção Temporomandibular, uma condição que engloba diversos problemas que ocorrem na articulação temporomandibular (ATM). Em outras palavras, é um funcionamento anormal da área da mandíbula e dos músculos que a envolvem.

A DTM pode ser causada por diferentes fatores, sendo a manutenção de hábitos prejudiciais um de seus principais. Apertar os dentes ao longo do dia, mascar chiclete frequentemente e até apoiar a mandíbula nas mãos podem ser o que está causando o problema. Mas também traumas ou uma predisposição genética são possíveis culpados para o surgimento da condição.

DTM: Sintomas mais comuns

A DTM possui uma gama de possíveis sintomas, mas nenhum é determinante para confirmar o problema. É necessário um acompanhamento com um dentista especialista na área de DTM para obter um diagnóstico correto. Dito isso, os sintomas mais comuns apresentados pelos pacientes são:

  • Dores na área facial, mandibular ou no pescoço, ombro e costas;
  • Dor ao abrir ou fechar a boca;
  • Mordida com a sensação de deslocada;
  • Inchaço ao lado da boca;
  • Enxaqueca;
  • Abertura limitada da boca ou travamento;
  • Zumbidos no ouvido, dor e até perda momentânea da audição.

DTM e a Audição

Devido a uma anormalidade no funcionamento das estruturas responsáveis pela mastigação, a DTM pode provocar fadiga muscular e travamento, além de outras condições que causam cefaleia refratária e problemas de ouvido, já que as estruturas são próximas.

De maneira geral, a DTM pode causar: dor de ouvido, zumbidos, diminuição da capacidade auditiva, estalidos quando a mandíbula abre, fecha ou se mexe, sensação de pressão nos ouvidos, entre outros.

Como tratar a DTM

A DTM deve ser diagnosticada e tratada por um dentista especializado na área, que irá fazer o diagnóstico correto e indicar a melhor forma de tratamento. Exercícios musculares e sessões de fisioterapia podem ser indicados para reduzir os problemas auditivos.

Caso o problema persista ou tenha obtido um diagnóstico de que os problemas auditivos não decorrem da DTM, procure um médico otorrinolaringologista para investigar o problema e obter o tratamento adequado.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

TUDO SOBRE AUDIÇÃO

+10.000 assinantes curtem nosso conteúdo.