Quando Devo Usar Aparelho Auditivo

A audição é um processo importante para o nosso cotidiano, seja para entender o que está acontecendo em nossa volta ou para a comunicação e o convívio social. Por isso, para qualquer deficiência auditiva é fundamental procurar um profissional especializado. Assim é possível identificar o problema e definir o melhor momento para iniciar o uso de aparelhos auditivos.

É necessário considerar o uso do aparelho auditivo a partir dos sinais:

É possível notar alguns sinais indicativos de perda auditiva no dia a dia, sejam mudanças no comportamento ou dificuldade de compreensão. Como por exemplo:

  • Pedir frequentemente para as pessoas repetirem o que acabaram de dizer;
  • Dificuldade em entender as falas nos filmes, novelas, peças de teatro, etc;
  • Preferir rádio ou TV em um volume mais alto;
  • Reclamar que as pessoas falam baixo;
  • Fazer esforço para ouvir conversas;
  • Dificuldade em entender pessoas no telefone;
  • Dificuldade em entender pessoas quando não consegue ver seu rosto;
  • Maior irritabilidade, impaciência e frustração;
  • Isolamento social, devido a um cansaço causado pela dificuldade em se comunicar;
  • Consigo ouvir, mas não entender.

É comum entre os pacientes com perda auditiva conseguir ouvir os sons com clareza, mas tem dificuldade em entender o que as pessoas falam. Isso se dá pois a fala é composta de sons agudos e graves, de diferentes frequências e volumes.

Assim, quando o ouvido tem um tipo de surdez voltado a sons agudos, por exemplo, acaba por ouvir as palavras de modo parcial. Consegue ouvir mais as vogais do que as consoantes. Portanto, mesmo em conversas de alto volume, não ha clareza e compreensão do que é falado.

O aparelho auditivo

Então você descobriu que precisa usar aparelhos auditivos. Mas o que ele faz? É importante entender que não é um dispositivo que cura a sua perda auditiva, mas sim amplifica os sons que o seu ouvido tem dificuldade em captar.

No início, pode causar um estranhamento no processo de adaptação, pois o cérebro precisa se acostumar a ouvir. Além disso, realiza-se a reabilitação auditiva, uma terapia para recuperar as habilidades perdidas.

Riscos da perda auditiva não tratada

A perda auditiva não tratada pode afetar profundamente a sua qualidade de vida. Não apenas prejudica a comunicação e o convívio social, mas também aumenta o risco de desenvolvimento de transtornos como demência e depressão. Além disso, pessoas com perda auditiva tem maior risco de queda.

A privação de estímulos sonoros afetam o cérebro e exigem um esforço mental maior para realizar tarefas cognitivas. Por isso, deve-se ter cuidado em negligenciar problemas de audição. A prevenção e a reabilitação auditiva são fundamentais não apenas para a saúde da audição, mas do corpo todo.

Caso esteja percebendo alguns dos sintomas citados, entre em contato com a Auditif que realizaremos um teste de audição.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

TUDO SOBRE AUDIÇÃO

+10.000 assinantes curtem nosso conteúdo.