Os perigos dos amplificadores auditivos

Aparelhos auditivos e amplificadores auditivos são dois dispositivos designados a melhorar a capacidade de ouvir.

Em uma busca pela internet, é possível encontrar os amplificadores por diversos nomes como “aparelho de surdez” e “amplificador de voz”, o que colabora para aumentar a confusão acerca dos dois dispositivos.

Muitas pessoas entendem que os dois produtos são similares e, considerando a diferença de preço entre eles, o amplificador auditivo se torna um produto tentador para aqueles que apresentam alguma perda auditiva e querem saná-la a um baixo custo. Porém, as diferenças entre os aparelhos são bem maiores que as valor apenas, e a falta de conhecimento e o uso inapropriado pode ser inclusive perigoso para a sua saúde auditiva.

O Amplificador Auditivo

O amplificador aditivo é voltado para pessoas que não apresentam perda auditiva, pois sua função, como o próprio nome já diz, é amplificar o som. Seu uso pode ser por lazer ou por situações em que o som poderia ser melhorado, como, por exemplo, atender uma palestra em que o palestrante se encontra muito distante, dificultando ouvi-lo. Mas não é um produto que deve ser usado por longos períodos.

Por isso, não há necessidade de prescrição médica para obter um amplificador auditivo. Não é um produto regulamentado e não é possível alterá-lo para a sua necessidade.

Existem alguns modelos que possibilitam redução de ruído, alteração do volume, entre outros atributos, porém não são feitos para quem possui perda auditiva.

O seu uso pode até ajudar em primeiro momento, mas a longo prazo pode levar a piora do seu caso.

O Aparelho Auditivo

O aparelho auditivo, por outro lado, é um dispositivo designado para quem possui algum nível de perda de audição. É um produto altamente customizado, pois é feito especificamente para sanar as dificuldades de seu usuário. Por isso, é preciso uma avaliação médica e uma prescrição para obtê-lo.

O processo de reabilitação auditiva é delicado e, com o aparelho auditivo, é possível fazer ajustes, que devem ser feitos apenas por profissionais qualificados, para melhorar a experiência do usuário. Isso contribui para uma melhor adaptação e qualidade de vida, sem riscos à saúde auditiva.

Portanto, apesar de os amplificadores aparecerem como uma alternativa barata para solucionar os problemas causados pela perda auditiva, é necessário considerar os riscos. Caso você esteja percebendo os primeiros sinais de perda auditiva, procure um otorrinolaringologista. Assim, você terá uma avaliação apropriada do seu problema e receberá a recomendação correta de tratamento.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

TUDO SOBRE AUDIÇÃO

+10.000 assinantes curtem nosso conteúdo.